Os destaques da SAGAH no Encontro da Comunidade 2018

17 maio, 2018

Confira os detalhes do Encontro da Comunidade Blackboard & SAGAH, ocorrido na quarta-feira, 16 de maio, em São Paulo.

Encontro da Comunidade 2018

 

Representantes de diversas instituições de ensino superior do Brasil discutiram os desafios do mercado, compartilharam soluções educacionais e debateram tendências tecnológicas durante o Encontro da Comunidade Blackboard & SAGAH. O evento ocorreu ao longo da quarta-feira, 16 maio, no Centro Universitário Ítalo Brasileiro, em São Paulo.

O Encontro da Comunidade contou com palestras, workshops, demonstrações técnicas e divulgação de cases de sucesso. As apresentações foram conduzidas por profissionais da SAGAH, da Blackboard e do Moodlerooms, além de clientes e de gestores do Grupo A.

O pontapé do evento foi dado pelo vice-presidente de Ensino e Aprendizagem da Blackboard, Phill Miller. De maneira dinâmica, ele abordou a transição para o ambiente de aprendizagem da próxima geração. “Ser apenas um LMS já não é suficiente para atender à necessidade dos alunos e dos professores”, disse ele, ao defender a criação de uma suíte de soluções.

Na sequência, a especialista de Adoção de Soluções Educacionais no Grupo A, Fernanda Furuno, conduziu um workshop. Os participantes foram divididos em grupos, cada um deles elegendo uma “dor” e as metodologias mais adequadas à solução. Entre os temas abordados, a acessibilidade do aprendizado, o uso da sala de aula invertida e a integração entre as áreas acadêmica e de tecnologia da informação se destacaram.

Workshops de metodologias ativas

À tarde, o Encontro da Comunidade promoveu rodadas de apresentação, cada uma delas com três palestras simultâneas e direcionadas a clientes específicos. Foram quatro apresentações da SAGAH. Na primeira, o engenheiro de soluções Marcelo Steffen apresentou o roadmap de lançamentos 2018. Nas demais, o foco foi cases de sucesso.

É o caso da Unilavras, de Minas Gerais, que vem colhendo bons frutos em termos de avaliação. “Durante o semestre, o aluno já consegue ver pela ferramenta quais são as disciplinas que terão avaliação integradora”, disse Cássio Pereira, Pró-Reitor Acadêmico da instituição. “Esse recurso, onde o aluno pode acompanhar o seu rendimento, proporciona uma operação mais fácil tanto para a turma como também para os professores.”

As últimas duas palestras focaram em metodologias ativas em EAD. As apresentações voltadas aos clientes da SAGAH foram conduzidas por Gilson Castadelli, do Núcleo Tecnológico de Educação Aberta na Faculdades Integradas de Ourinhos (IFO), e Carlos Nascimento, gerente de Soluções Educacionais Online da Unifeob – Centro Universitário Fundação de Ensino Octávio Bastos, de São João da Boa Vista (SP).

Castadelli fez um breve histórico da IFO. Recentemente, a instituição localizada no interior de São Paulo recebeu aval do MEC para tornar-se centro universitário – a expectativa é receber em breve a chancela de instituição de EAD.

No que diz respeito às metodologias de aprendizagem ativas, o executivo explicou que a Faculdades Integradas de Ourinhos usa a SAGAH para definir as competências de cada curso. “E para formarmos a competência, precisamos considerar o conceito cultural, o conteúdo conceitual, as habilidades, a linguagem e a administração emocional do aluno”, falou.

Já Carlos Nascimento, da Unifeob, compartilhou que os docentes e alunos da instituição desejavam um plano pedagógico baseado em desafios contextualizados, metodologias ativas, objetos de aprendizagem variados, entre outras questões. “Concluímos que a única empresa que poderia nos oferecer isso era a SAGAH”, disse Nascimento.

Ele acrescentou que a trilha de aprendizagem de cada curso é definida a partir da análise do perfil do egresso. “Assim consigo saber para onde estou indo.”

Tags:

Compartilhar

RELACIONADOS