Experimento no Centro Universitário UniOpet mostra as vantagens do Ensino Híbrido

18 julho, 2018

Pesquisa mostra que alunos submetidos ao Ensino Híbrido obtiveram uma performance 22% superior ao grupo presencial.

Ensino Híbrido

Colocando o aluno como protagonista de seu aprendizado, as metodologias incentivam o interesse das turmas as tornando mais participativas, melhora seu desempenho, além de desenvolver a confiança dos alunos os colocando em situações mais próximas às da prática profissional. Um estudo realizado pelo consultor Gustavo Hoffmann com alunos do Centro Universitário UniOpet mostra que os alunos submetidos ao Ensino Híbrido possuem um desempenho superior em comparação com aqueles de turmas de aulas meramente expositivas.

Os alunos do Curso de Gastronomia, que faz uso do Ensino Híbrido, SAGAH + Peer Instruction, obtiveram uma média de desempenho de 83%, nas provas, enquanto os alunos dos Cursos de Engenharia Civil, Produção e Mecânica, onde o modelo tradicional com aulas expositivas presenciais é aplicado, alcançaram uma média de desempenho de apenas 68%. A diferença das médias – de 15 pontos percentuais, indica que os alunos submetidos à metodologia ativa obtiveram um desempenho 22% superior ao grupo presencial.

Os resultados da pesquisa corroboram com as tendências e estudos acerca do Ensino Híbrido. Assim, comprovam a melhora do desempenho dos alunos por meio da aplicação de metodologias adequadas para proporcionar um conhecimento mais amplo e profundo sobre os conteúdos. Além de fortalecer competências que irão o diferenciar os alunos no mercado de trabalho.


Compartilhar

RELACIONADOS