Cases SAGAH: conheça a história da Censupeg com o modelo híbrido de educação

13 novembro, 2018

Desde 2014, o Grupo Educacional Censupeg utiliza de conteúdos SAGAH para impulsionar seu objetivo com aulas a distância, presenciais e semipresenciais. O modelo híbrido e a metodologia ativa são os principais norteadores da faculdade que está presente em 295 cidades no Brasil.

Nascido em 2007, pela iniciativa do Diretor Presidente Prof. Msc. Sandro Albino Albano, o Grupo possui como objetivo elevar os níveis de educação no Brasil de forma dinâmica, com qualidade e excelência.

Pilares

Visão: Serem reconhecidos como um Centro Universitário inspirador para o mundo;

Valores: Honestidade, Senso de Pertencimento, Afeto, Inovação, Equidade, Altruísmo, Sustentabilidade;

Missão: Revolucionar a educação, inspirando pessoas a melhorarem suas vidas e o mundo, por meio de um ensino humanizador, crítico e de excelência.

Conteúdo Sagah

A diretora acadêmica da instituição, Andreia Schley, desde o início apostou na SAGAH e afirma ver um diferencial no mercado de soluções para educação. Isto acontece pela autonomia que a instituição consegue ter em cima do conteúdo.

O conteúdo SAGAH, com Unidades de Aprendizagem, propostas de metodologia ativa, colocando o aluno como protagonista do seu próprio aprendizado, e o ensino híbrido, com aulas EAD e encontros presenciais uma vez por semana, são um diferencial da Censupeg para seus alunos.

“A parceria com a Sagah nos possibilita investir recursos humanos em outras ações que fazem parte do sucesso de uma IES, principalmente no que tange a interação com os alunos e os projetos profissionais que nossa proposta pedagógico fomenta”, conta Andreia.

Foto: Pexels

Atualmente, a IES utiliza 100% conteúdo SAGAH e personaliza este material com vídeos dos coordenadores apresentando o curso, a modalidade que serão expostos e os projetos que irão desenvolver ao longo do aprendizado.

“Particularmente a partir da estrutura das Unidades de Aprendizagem, conseguimos trabalhar a aprendizagem ativa no ensino a distância, e consequentemente geramos estímulos para toda a equipe acadêmica rever inclusive práticas dos cursos presenciais”, completa.

Projetos multidisciplinares

Uma das propostas da metodologia ativa é propor desafios para os alunos, para que enquanto aprendam com a UA, eles busquem resolver problemas práticos e desenvolvam o conhecimento adquirido. No caso da Censupeg, eles criaram um projeto multidisciplinar que engloba as informações das disciplinas, aplicando em um projeto prático que tenha vínculo com a comunidade que os alunos fazem parte.

Andreia destaca o projeto de uma turma de Gestão Ambiental, de Pinhão, no Paraná, como um dos melhores exemplos da utilização do conteúdo Sagah provocando um impacto social na região. Seis alunos formaram um grupo para realização do projeto multidisciplinar e todos eles faziam parte de uma empresa de coleta de lixo, como catadores. Os estudantes precisavam mapear as ações de responsabilidade social que eram realizadas na comunidade e impactar de alguma maneira na realidade daquele meio.

Foto: Pexels

A ideia do grupo foi pegar a empresa de coleta que eles trabalhavam e fazer uma campanha para a organização. Andrea conta que a tarefa entregue foi um flyer, que ensinava os catadores a coletar materiais como gilete, cacos de vidro, que eram coisas que causavam muito acidente de trabalho para os profissionais.

O objetivo da IES era entrar com o conhecimento e impactar na vida dos alunos de alguma maneira. “O conceito nasceu do desafio que era o projeto. A ação dos alunos acabou gerando uma mídia muito grande, foi divulgada inclusive na rádio da cidade”, comemora a diretora acadêmica.

Sustentabilidade e Solidariedade

Promoção de ações que amenizem os impactos negativos do consumo, que afetam as questões ambientais e também as relações humanas. Com uma marca humanizada e humanizadora, a Censupeg faz questão de assumir compromissos de Sustentabilidade e Solidariedade.

Foto: Pexels

Eles procuram, de uma forma sistêmica e multidirecional, planejar e implementar projetos filantrópicos ou institucionais com o cunho de responsabilidade social, buscando atender o compromisso de satisfação mútua, pautados na nossa relação com as regiões ou comunidades em que estamos inseridos. Trata-se de uma posição de engajamento social das particularidades de territorialização, que está para além do poder transformador que é o de possibilitar uma educação de qualidade, mas também, de um sentimento de reciprocidade ao espaço que nos inserimos. Acreditamos, assim, que ao prestar serviços educacionais, temos compromisso de estabelecer projetos que garantam responsabilidade social, com ações potencialmente afirmativas, de inclusão e de reparação com o meio.

Sobre a Censupeg

A sustentabilidade, solidariedade, empatia e transformação a partir da educação são o que faz o Grupo Educacional Censupeg estar em constante crescimento em todo o Brasil. Atualmente com mais de 40 mil alunos, quase 1400 turmas e mais de 30 mil alunos formados, a faculdade está presente em 295 cidades no país.


Compartilhar

RELACIONADOS